sábado, 27 de março de 2010

Coelho sem Páscoa?

Desde 2008, quando comecei a lecionar, venho enfrentando um dilema: como trabalhar a Páscoa sem adentrar em uma ou outra religião?

Sabemos que esta data comemorativa é muito trabalhada nas escolas de educação infantil, e na EMEI que trabalho não é diferente.

Este ano, algumas mães me pediram para que excluisse os filhos de atividades que envolvam datas comemorativas, por conta de sua religião.

Trabalho com 35 crianças entre 04 e 05 anos de idade e como trabalhar um tema que inspira tanta crença e religiosidade?

Ano passado, com crianças da mesma idade, aproveitei para trabalhar o coelho, a cenoura e todos degustaram uma saladinha que fizemos em classe. No outro dia, fizemos a caça aos ovos de páscoa que o coelhinho havia deixado.

Entretanto, e agora? Falar ou não falar sobre o significado da Páscoa, eis a questão!

2 comentários:

Mateus Luciano disse...

etâ perguntinha dificil
em minha querida Professora
aposto que você tomara a titude correta por si só
beijos saudades
ah sim fui convidado a escrever num blg chamado dialogos poeticos e adoraria te ver por lá
pois gosto de estar cercado por pessoas que eu admiro.bejãojão...

Profa. Silvia disse...

Oi Mateus, obrigado por sua visita ilustre e muito bem vinda por aqui!
É uma decisão dificil mesmo. Pode ter certeza que aceitarei o convite, beijos!!